terça-feira, 19 de março de 2013

Dia do Pai

Isto hoje está a ser um dia estranho para mim, mais do que nunca sinto que se não fossem os problemas que tenho tido poderia estar um pequeno pirralho a correr pela casa e a chamar-me "Pai" (ou algo parecido).

É também estranho porque em parte culpo os meus pais pelo que tenho, algo se passou que não sei ao certo para eu ter uma PAF e a minha irmã ter mau feitio. Bem sei que a medicina evoluiu muito nestes 30 anos, mas foram descuidados ao terem-me sabendo que eles próprios não estavam bem. Eu não posso cometer o mesmo erro, simplesmente não conseguiria viver com o sentimento de culpa.

Por isso mesmo fiz analises para saber o que poderia ser feito para não passar isto aos meus futuros filhos... Só que passados um ano e meio ainda não tenho os resultados e pelo que me foi dito ainda pode demorar a ter alguma coisa conclusiva.

Sei que tenho de canalizar toda a minha energia para ficar "remediado" (como costumo dizer!) e voltar a ter uma vida o mais próximo do normal possível, mas está difícil!