quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Regresso a uma vida quase normal!

Depois daquela consulta inesperada onde fui cosido, o resto do tempo até o buraco estar completamente cicatrizado correu sem grandes percalços. Foi necessário fazer uma limpeza diária e substituição do penso (com o banho descolava sempre um pouco) e dia sim dia não era necessário trocar a gaze gorda que estava a preencher o buraco para não fechar em falso. O processo não é simples, como é uma ferida ainda bastante profunda é necessário ter todos os utensílios esterilizados (luvas, compressas e pinças). Este processo demorou cerca de três meses até estar completamente cicatrizado.

Durante este processo tive de treinar os músculos para conseguir aguentar o fluxo de fezes. Parece que não mas ainda foram sete meses sem grande carga o que acabou por relaxar os músculos. No inicio não foi fácil, ao mínimo sinal de pressão ia para o wc. Com o tempo fui conseguindo aguentar mais e sentir-me mais confortável fora de casa. Mesmo assim quando regressei ao trabalho (um mês depois da cicatrização) ainda ia ao wc cerca de dez vezes por dia, sendo que destas pelo menos duas durante a noite. As fazes ficaram um pouco mais consistentes comparando com quando estava ileostomizado, mas depende principalmente do que se come... O segredo é conseguir equilibrar e obter uma consistência pastosa em vez de líquida (menos desidratação, menos ácidas e mais fácil de aguentar).

O mais desconfortável disto tudo é que tinha mesmo de ir ao wc sempre que houvesse um aperto... Onde quer que estivesse. Logo eu que sempre fui um picuinhas com os wc... Antes disto tudo só ia em casa, agora tenho de ir onde dá vontade... Seja num shopping ou num restaurante de luxo. Obviamente comecei a seleccionar melhor os sítios que frequento e passei a relacionar o aspecto com exterior com o do wc... Mas como quem vê caras não vê corações, para o wc era mais ou menos a mesma coisa....

As cólicas continuam, uns dias mais do que outros mas estão sempre cá! Deve ser para me lembrar que não estou curado... Estou remediado!

Sem comentários:

Enviar um comentário